• CECAT

Como preservar a saúde mental da criança e do adolescente durante a quarentena




Diante do novo cenário de crise gerado pelo coronavírus, do qual as pessoas foram colocadas em isolamento social, ou melhor dizendo, em quarentena (medida de prevenção tomada para achatar a curva da transmissão), a sociedade tem sido exposta a muitas informações negativas, entre elas, o impacto na economia do país, assunto que tem preocupado muitos pais empreendedores, principalmente autônomos.


Em meio a tantas recomendações, não podemos esquecer que toda essa pandemia reflete também na saúde mental. Segundo pesquisa divulgada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) em março de 2020, o estresse e a ansiedade tendem a aumentar durante esse período. Vale lembrar, que mesmo antes da COVID-19 chegar no nosso país, pesquisas já apontavam um crescimento do número de pessoas ansiosas no Brasil: 18,6 milhões de brasileiros ou seja, 9,3% da população convivem com o transtorno de ansiedade. Por isso, é preciso observar a condição daqueles que não estão totalmente isolados, existem muitos pais trabalhando home office, em quarentena junto aos filhos, cônjuges e parentes. Para alguns pode ser uma experiência maravilhosa, para outros, um grande desafio, então o momento pede tolerância e adaptabilidade.


Considerando o contexto familiar na quarentena, a seguir, abordaremos alguns pontos relevantes que te ajudarão a compreender a importância da saúde mental, e quais estratégias usar no dia a dia para o bem-estar de todos em casa.



Os impactos do isolamento para a criança e o adolescente


Da infância até a adolescência, a criança passa por período de desenvolvimento emocional e cognitivo de maturação cerebral e corporal, que estão num processo dinâmico e complexo de mudanças que são interdependentes e associadas. Necessitam de condições nutricionais, ambientais e contextuais favoráveis para realizar essa transição de maneira saudável até a vida adulta, para a plena integração social. No entanto, durante a pandemia é possível que haja um aumento do estresse emocional, diante disso, se sentirão perdidos. Para os adolescentes, perder a sua liberdade é algo difícil, com escolas fechadas, compromissos e eventos cancelados, perdem a oportunidade dos encontros presenciais entre amigos, assim como as atividades essenciais para o seu desenvolvimento e bem-estar. É nesses momentos que eles percebem a juventude sendo provada, pois, está distante da “galera”. Os pais precisam observar o comportamento dos filhos, pois são circunstâncias que podem trazer sentimentos de angústia e medo.


Nesses momentos também é natural, crianças buscarem, observarem e exigirem mais atenção dos pais devido às emoções sentidas no ambiente da casa. É importante ajudá-las a expressarem de forma positiva os seus medos e ansiedades, cada criança tem a sua própria maneira de fazê-lo. Pergunte a ela o que sabe sobre o vírus, dependendo da idade, realizar alguma atividade criativa como jogos e desenhos, pode ajudá-la a se comunicar, fazendo com que a criança se sinta melhor, mais aliviada e segura para expressar os seus sentimentos num ambiente de apoio. 


Se possível, procure ter atividades lúdicas e pedagógicas para fazer com elas. Incentive os seus filhos a continuarem brincando e se socializando com os outros, mesmo que seja somente âmbito familiar.



Sintomas, sentimentos e emoções


Preocupação, confusão psicológica, estresse, ansiedade e a insegurança são alertas naturais diante das incertezas. Diante de uma pandemia, muitas pessoas podem apresentar algumas manifestações psicopatológicas que requerem tratamento, no entanto, é importante ressaltar que nem todo o problema psicológico apresentado pode ser classificado como uma doença ou transtorno, mas sim reações normais diante de uma situação anormal.


Cuidar do psíquico é reconhecer e acolher os receios e medos. É encará-los como algo existente, procurando pessoas de confiança para conversar, e dependendo do caso, buscar ajuda profissional.



Práticas diárias recomendadas à toda família


  • Prevenir-se sem perder o contato com as pessoas. Utilize a tecnologia para se comunicar, conversar com as pessoas que amamos faz bem, aproveite esse momento para você e os seus filhos estreitarem laços com pessoas queridas;

  • Atenção ao que faz todos se sentirem bem;

  • Alimentação saudável;

  • Pratiquem exercícios físicos em casa, diversos aplicativos foram liberados para esse propósito;

  • O estudo online também pode ajudar durante essa fase, usar a quarentena para ampliar o conhecimento também é uma excelente alternativa;

  • Evitar ficar muito tempo exposto ao noticiário;

  • Manter a rotina — Estabelecer horário para dormir, acordar e comer, tirar o pijama, tomar banho, sair no quintal para tomar um ar, fazer o serviço da casa;

  • Praticar meditação Estudos comprovam que a meditação diminui a ansiedade e o estresse.


Adolescentes podem contribuir


Adolescentes podem contribuir durante o isolamento social elaborando redes e ações de apoio à comunidade:


  • Coletivo online/aplicativos que promovam ajuda aos idosos;

  • Compras de alimentos e remédios;

  • Utilizar ferramentas tecnológicas, organizando bate-papo saudável com amigos;

  • Oferecer ajuda nas atividades domésticas, que, na verdade é responsabilidade de todos ex: organizar o quarto, fazer uma faxina.


Temos a oportunidade de ajudar a criança e o adolescente a fazerem uma análise interna, levá-los a reflexão sobre o que realmente é importante, e a saírem da zona de conforto para aprenderem com a situação. Desta forma, toda a família sairá desta quarentena mais forte e confiante.




Compartilhe este blogpost com alguém, tenho certeza que será de grande ajuda!


26 visualizações
Centro Educacional Cristão Antenor Thomazi

COLÉGIO CRISTÃO ANTENOR THOMAZI - Educação Básica

contato@athomazi.com.br

Tel: 15 3243-2299 | 3247-2084

Whatsapp: 15 98118-0048

BETTER - Cursos

Profissionalizantes

contato@bettercursos.com.br

Tel: 15 3019-7926

Whatsapp: 15 99675-4421

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Segunda - Sexta: das 7h -18h

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Segunda - Sexta: 8h - 21h

Sábado: das 8h - 17h

Copyright ©2017 direitos reservados. Desenvolvido por BUL COMUNICAÇÃO.

REDES SOCIAIS

  • Facebook CECAT
  • Instagram CECAT
  • YouTube CECAT

ENDEREÇO

Av. São João, 647 - Jd. Icatu - Votorantim / SP